Roupa criada no MIT funciona como microfone e amplificador para surdos

quinta-feira, 24 de março de 2022

A união entre a tecnologia e design têxtil vai beneficiar deficientes auditivos. É o que promete o Instituto de Tecnologia de Massachusetts, que anuncia a criação de um novo tipo de tecido, que responde a sons.

 

O tecido acústico funciona como um microfone, convertendo sons em vibrações mecânicas e depois em sinais elétricos.

Produzido com um material específico, o tecido é capaz de converter as vibrações em sons audíveis.

 

Os pesquisadores foram inspirados na orelha humana durante o planejamento do produto. Ondas sonoras entram pelo canal auditivo, chegam ao tímpano, que vibra e transfere essas vibrações para os ossos encontrados no meio da orelha. Esses ossos ampliam as vibrações e as ondas são processadas pelo cérebro.

 

Assim, criaram uma “orelha de tecido”, que para funcionar, precisaria ser feita da combinação de fibras rígidas (que convertem os sons em vibrações) e fibras flexíveis (que produzem sinais elétricos). Dessa forma, as fibras especiais conseguem captar desde sons de um decibel até barulhos mais altos.

Compartilhar:

Leia Também