Senai e Huawei darão curso de técnica de 5G a jovens

segunda-feira, 12 de abril de 2021

A empresa chinesa Huawei e o Senai assinaram um termo de cooperação tecnológica para formar mão de obra especializada relacionada ao 5G. A estimativa das entidades é qualificar 2 mil alunos até o final do ano.

 

Na avaliação das entidades, sem mão de obra qualificada o país não conseguirá passar por uma transformação digital completa. Hoje há demanda para a instalação de fibra óptica, utilizados para cobrir a demanda de banda larga fixa, e com as novas redes 5G, a demanda tende a aumentar.

 

Inicialmente, três laboratórios de instalação e manutenção de fibra óptica em Salvador, Brasília e Palmas oferecerão os cursos com turmas de 20 alunos cada e inscrições gratuitas.

Os primeiros cursos não terão pré-requisitos de formação.

 

O público-alvo é a chamada “geração nem-nem”, jovens que não estudam nem trabalham e que, são 28,6% na faixa etária de 20 a 24 anos.

Compartilhar:

Leia Também