Sequenciamento genético para preservação ambiental

quinta-feira, 06 de maio de 2021

O Pantanal abriga mais de mil espécies em sua fauna e cerca duas mil espécies em sua flora, algumas delas com potencial medicinal. Devido a incêndios na região, essa biodiversidade fica prejudicada.

 

Para apoiar o desenvolvimento de estratégias de preservação do bioma, o Senai, através do Centro de Tecnologia da Indústria Química e Têxtil, participará do projeto de sequenciamento genético.

 

Através de um consórcio multisetorial, acadêmicos, ONGs e empresas privadas vai realizar o projeto de geração de dados genômicos. Ou seja, eles farão um mapeamento da biodiversidade do Pantanal, possibilitando a comparar a genética das áreas que sofreram com incêndios e áreas não queimadas.

 

O projeto tem duração prevista de 12 meses. A equipe da plataforma de Biotecnologia do SENAI vai atuar na disponibilização do seu portfólio de sequenciadores de nova geração e da expertise em biologia molecular e bioinformática.

Compartilhar:

Leia Também