Sete em cada dez empresas vendem online

sexta-feira, 16 de julho de 2021

A pandemia acelerou uma mudança no comércio que já vinha acontecendo: a de aberturas de lojas virtuais. De acordo com a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico, antes da pandemia a projeção era de em até seis meses terem 60 mil novas lojas virtuais registradas.

 

Porém, os números saltaram. De março a setembro de 2020 foram registradas mais de 135 mil lojas no comércio eletrônico. E foi essa mudança que garantiu a sobrevivência de muitos negócios.

 

Um levantamento do Sebrae apontou que o e-commerce sentiu menos o impacto negativo causado na economia, e está ajudando a impulsionar sua recuperação. Já em 2021, uma pesquisa com dados de compra no comércio eletrônico mostra que no primeiro trimestre do ano foram feitas 78 milhões operações.

 

Os registros oficializam as lojas online e vão além dos negócios criados nas redes sociais apenas. 69% dos pequenos negócios vendem de forma online e, de cada dez empresas, sete já comercializam seus produtos e serviços pela internet. E elas estão falando com um público novo e crescente: em 2020, 20,2 milhões de consumidores realizaram uma compra online pela primeira vez e 150 mil lojas começaram a vender por meio das plataformas digitais.

Compartilhar:

Leia Também