Setor de serviços cresce 1,2% em maio e volta a superar nível pré-pandemia

sexta-feira, 16 de julho de 2021

O volume de serviços prestados no Brasil cresceu 1,2% em maio, na comparação com abril. É o que informa o IBGE.

Com o resultado, o setor ficou 0,2 pontos acima do patamar de fevereiro de 2020, início da pandemia.

 

Este foi o maior resultado para um mês de maio, na comparação com abril, de toda a série histórica da pesquisa. Na comparação com maio do ano passado, o setor avançou 23%, a terceira taxa positiva consecutiva e também a mais intensa da série histórica, iniciada em 2011.

 

Com dois meses seguidos de resultados positivos, o setor acumulou alta de 2,5%, ainda insuficiente para recuperar as perdas de março, mas dá sinais de aquecimento na maior parte dos seus segmentos de atividades.

 

O setor de serviços é o que possui o maior peso da economia e o que mais emprega, e tem sido o mais afetado pelas medidas de restrição. Esta é a segunda vez no ano que o setor retoma o patamar pré-pandemia. A primeira foi em fevereiro.

Compartilhar:

Leia Também