Simulador ajuda a encontrar a cidade ideal para envelhecer

quinta-feira, 15 de outubro de 2020

Divulgada a segunda edição do Índice de Desenvolvimento Urbano para Longevidade, que mostra as cidades mais bem preparadas para o envelhecimento da população.

 

 

O levantamento, feito pelo Instituto de Longevidade Mongeral Aegon em parceria com a Fundação Getúlio Vargas, engloba sete variáveis e uma série de indicadores. Na primeira edição, Santos havia sido apontado como o melhor município, mas foi desbancado por São Caetano do Sul, também em São Paulo.

 

 

São Caetano do Sul se distinguiu por ter saneamento básico para 100% dos habitantes, baixa frequência de suicídios, oferta de espaços para condicionamento físico e bom desempenho em finanças e habitação

 

 

Depois aparecem Santos, Porto Alegre, São Paulo e Florianópolis. Atibaia, Catanduva e Americana aparecem também nas dez posições de maior destaque.

 

 

Entre as cidades pequenas, os cinco primeiros lugares são paulistas: Adamantina, Vinhedo, Lins, São João da Boa Vista e Itapira..

Compartilhar:

Leia Também