Sítio Burle Marx, no Rio, é reconhecido como Patrimônio Mundial da Unesco

quarta-feira, 04 de agosto de 2021

O Sítio Burle Marx, legado do paisagista brasileiro que criou o conceito de jardim tropical moderno, se tornou Patrimônio Mundial da humanidade.

 

O reconhecimento foi dado por um comitê da Unesco. Como registra o Iphan, o sítio é a maior e mais importante obra de Burle Marx, e recebe cerca de 30 mil visitantes por ano.

 

Com 407 mil metros quadrados, o Sítio fica em Barra de Guaratiba, na Zona Oeste do Rio, e abriga uma coleção com mais de 3.500 espécies de plantas tropicais e subtropicais. Foram 45 anos reunindo plantas de várias partes do mundo, algumas em risco de extinção.

 

Além de jardins, viveiros de plantas, sete edificações e seis lagos, a propriedade também guarda um acervo museológico de mais de três mil itens, formado por coleções de arte. Roberto Burle Marx é reconhecido internacionalmente como um dos mais relevantes paisagistas do século XX.

Compartilhar:

Leia Também