SP bate recorde histórico de venda de imóveis em meio à pandemia

terça-feira, 21 de setembro de 2021

São Paulo teve recorde de venda de imóveis em meio à pandemia. Cerca de 47 mil novos imóveis foram vendidos se somados os primeiros semestres de 2020 e de 2021.

 

Os dados são da Pesquisa do Mercado Imobiliário, realizada pelo Secovi, o Sindicato das Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis de São Paulo.

 

Os números chamam a atenção dos especialistas pela época em que foram gerados. O número de vendas é maior do que nos primeiros semestres somados dos últimos quatro anos anteriores ao início da pandemia no Brasil: cerca de 46 mil, se contados de 2016 a 2019.

 

Segundo o sindicato, o 1° semestre de 2021 foi o período em que mais houve vendas de imóveis novos na capital desde o início da série histórica, em 2004. Entre os fatores que influenciaram o resultado estão os juros mais adequados, com prestações mais baixas e a percepção da importância da casa própria.

Compartilhar:

Leia Também