Estado de SP tem menor taxa de mortalidade infantil da história

terça-feira, 23 de novembro de 2021

O Estado de São Paulo teve a menor taxa de mortalidade infantil da história em 2020. Pela primeira vez, a taxa alcançou o patamar de um dígito, chegando a 9,75 óbitos de menores de um ano por mil nascidos vivos.

 

Nas últimas duas décadas, o estado registrou uma queda de 42,6%. Em 2000, a taxa era de 17 por mil nascidos vivos. Os dados são da publicação anual realizado pela Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (SEADE).

 

Os dados refletem a melhoria nas estratégias preventivas, incluindo as campanhas de imunização. Um dos principais programas para qualificação do pré-natal orientado pela linha de Cuidado da Gestante; e qualificação ao parto e ao recém-nascido, por meio de processos de treinamentos específicos.

 

Considerando a idade da mãe, as principais reduções estão na faixa de 25 a 40 anos, com maior risco de morte antes do primeiro ano de vida nos casos de mulheres que deram à luz antes dos 19 e após os 40.

Compartilhar:

Leia Também