Substância retirada da maconha pode prevenir a Covid-19, mostra estudo

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2022

Estudo indica que dois compostos de cannabis podem ajudar a prevenir a Covid. Segundo pesquisadores de duas universidades americanas concluem que os ácidos CBGA e CBDA podem impedir que o coronavírus penetre em células humanas.

 

Os dois ácidos são comumente encontrados em variedades do cânhamo, cientificamente conhecido como Cannabis Sativa, por meio de uma técnica inovadora de triagem química descobriu-se que eles se ligam à proteína spike do coronavírus e, dessa forma, bloqueiam uma substância que o patógeno usa para infectar.

 

Os cientistas já realizaram testes laboratoriais com as variantes alfa e beta do coronavírus, mas ainda não executaram estudos em humanos. Essas substâncias não são controladas e tem bom perfil de segurança em humanos.

 

Os autores da pesquisa acreditam que, embora ela ainda esteja numa fase inicial, os ácidos canabinoides podem ser usados em medicamentos para prevenir, tratar ou até encurtar uma infecção pelo coronavírus.

Compartilhar:

Leia Também