Brasileiros criam talas de bagaço para substituir gesso

sexta-feira, 27 de agosto de 2021

Brasileiros estão produzindo talas biodegradáveis que reduzem em até 17% o tempo de imobilização e tratamento de membros fraturados.

 

Uma empresa do Rio Grande do Norte é especializada em impressão 3D e produz desde 2015 próteses ortopédicas, neurológicas e reumatológicas a partir de ácido poliático, feito de cana-de-açúcar, milho e bagaço de beterraba.

 

O projeto nasceu de uma competição na Incubadora Empreende da Universidade Potiguar e ganhou destaque no Brasil, e já se prepara para uma expansão internacional.

 

O material é adaptável à anatomia de cada paciente e substitui as tradicionais órteses de gesso. São resistentes, impermeáveis, antialérgicas e a limpeza é mais prática e simples.  Outra vantagem é que elas são ventiladas.

Compartilhar:

Leia Também