Tartaruga sorriso não corre mais risco de extinção, anunciam cientistas

sexta-feira, 11 de setembro de 2020

E mais um animal sai da lista de ameaça de extinção. A mais recente lista destaca que a tartaruga birmanesa, mais conhecida como tartaruga sorriso, não está mais em extinção.

De acordo com a WCS, sociedade de conservação marinha, a população cativa de tartarugas está agora se aproximando de 1000, o que significa que a espécie não está mais em perigo de extinção biológica.

Os esforços de conservação complementares estão focados na população selvagem restante, que consiste de cinco a seis fêmeas adultas e talvez apenas dois machos. E no início deste ano, os cientistas ficaram surpresos com uma ninhada de 19 ovos.

Embora o crescimento populacional tenha sido gradual a tartaruga de telhado birmanesa vai continuar seu ciclo natural, sem interrupções. Os pesquisadores coletam os ovos postos pelas fêmeas selvagens restantes em fevereiro e março de cada ano. Os ovos eclodem em maio e junho, e as tartaruguinhas são criadas por 5 ou 6 anos em cativeiro antes de serem colocadas no rio.

 

Compartilhar: