Técnica mais segura para transplante de célula-tronco é desenvolvida

sexta-feira, 03 de dezembro de 2021

Um grupo de pesquisadores da Escola de Medicina da Universidade de Washington desenvolveu um método de transplante de células-tronco que não requer radiação ou quimioterapia.

 

Isso significa que não precisa que as células-tronco do paciente sejam destruídas antes do transplante. Boa notícia, já que alguns pacientes são frágeis para o procedimento padrão.

 

De acordo com o estudo, a estratégia adota uma abordagem imunoterapêutica que combina a eliminação das células-tronco com drogas moduladoras da imunidade, evitando assim que o sistema imunológico rejeite as novas células-tronco do doador.

 

Os resultados sugerem que essa forma combinada de transplante pode ser eficaz contra a leucemia. O novo método abre as portas para um transplante mais seguro. Os pesquisadores também descobriram que a nova técnica atingiu um equilíbrio ao atacar apenas as células doentes e não tecidos saudáveis.

Compartilhar:

Leia Também