A tecnologia não está nos deixando menos inteligentes, mostra estudo

terça-feira, 20 de julho de 2021

O uso da tecnologia é associado a muitos efeitos tanto positivos como negativos. Um dos temas mais discutidos é se a utilização excessiva de computadores e celulares pode afetar a inteligência humana.

 

Um novo estudo da Universidade de Cincinnati, nos Estados Unidos, mostrou que a era digital não está nos tornando menos inteligentes. Os pesquisadores admitiram que não há evidências científicas que mostrem que smartphones e tecnologia digital prejudiquem as habilidades cognitivas biológicas.

 

Em artigo, eles explicaram como a tecnologia complementa o pensamento e muda a maneira como empreendemos nossas habilidades cognitivas biológicas e essas mudanças são, na verdade, benéficas do ponto de vista cognitivo. Isso porque libera energia.

 

Um bom exemplo é o uso de GPS. A tecnologia sinaliza todo o caminho a seguir e assim o cérebro tem a energia liberada para pensar em outra coisa. A mesma lógica se aplica ao ambiente profissional, com os equipamentos como nossos auxiliares e facilita para que possamos realizar nossas tarefas, desde as simples até as mais complexas. Porém, a ressalva é uma só: tudo com limite e sem excessos.

Compartilhar:

Leia Também