Torre de bambu resfria 6°C sem gastar energia

terça-feira, 11 de janeiro de 2022

No Vietnã, picos de energia são registrados todos os verões devido ao calor, o que exige o uso mais intenso das usinas a carvão e consequentemente a geração de mais poluição.

 

Pensando em soluções locais para enfrentar este problema, um escritório de arquitetura desenvolveu um protótipo simples, econômico e eficiente. O primeiro passo da equipe foi adotar o princípio de edificação de civilizações antigas.

 

Durante séculos, os edifícios eram resfriados com o frescor natural da água. Chamada de resfriamento adiabático, esta é uma técnica em que para evaporar, a água precisa de energia. Essa energia será ‘absorvida’ do calor do ar ambiente, gerando um efeito de resfriamento.

 

Os únicos elementos necessários são ar quente e água. O projeto foi criado em Hánoi, no Vietnã, com o auxílio de artesãos que construíram uma torre de bambu, com estruturas mais resistentes usando menos materiais.  A torre foi projetada no contexto da Bienal de Arquitetura e Urbanismo de Seul 2021.

Compartilhar: