TSE confirma nova etapa de implementação do Documento Nacional de Identidade

terça-feira, 01 de março de 2022

O Tribunal Superior Eleitoral anunciou uma nova etapa da implementação do Documento Nacional de Identidade, com a sigla DNI. O objetivo é unir vários documentos em um só lugar, como a identidade, o Cadastro de Pessoa Física, título de eleitor, entre outros.

 

A emissão começará a partir de março para servidores da Justiça Eleitoral e órgãos públicos. Segundo o TSE, esta é uma forma de aprimorar o processo antes de liberar a novidade para mais brasileiros.

 

A previsão para agosto é que a emissão do DNI seja liberada para os cidadãos com domicílio em Minas Gerais. A identidade digital chegará primeiro no estado em razão de um convênio firmado junto ao Tribunal Superior Eleitoral.

 

A meta é que o documento seja disponibilizado em outros estados até o fim de 2022. A expectativa é que no futuro o DNI seja um importante meio de identificação do cidadão e estará sempre atualizado.

Compartilhar:

Leia Também