UFMG desenvolve queijo que previne e combate problemas intestinais

quarta-feira, 08 de junho de 2022

A Universidade Federal de Minas Gerais desenvolveu um tipo de queijo que é capaz de reduzir problemas intestinais. Os pesquisadores conseguiram chegar ao um queijo frescal.

 

O alimento é feito a partir de uma bactéria probiótica e consegue diminuir o desconforto também em pessoas com baixa tolerância à lactose. Isso foi possível pela associação com várias vitaminas.

 

O novo tipo de queijo trata e previne a colite ulcerativa, doença inflamatória do intestino grosso. Para comprovar a eficácia do alimento, os testes da pesquisa foram feitos em cobaias que tinham os sintomas da doença.

 

A ideia é que o paciente em crise consuma o produto para aliviar os sintomas. A instituição mineira já patenteou a criação e agora está em fase de desenvolvimento do produto final, para que ele seja distribuído para o comércio.

Compartilhar: