UFPR desenvolve fertilizantes ecológico a partir da casca do ovo

segunda-feira, 14 de março de 2022

O projeto do Laboratório de Química de Materiais Avançados (Laqma) da Universidade Federal do Paraná resultou em um fertilizante, que além do reaproveitamento de cascas de ovos demonstrou vantagens para a produção agrícola e para o meio ambiente.

 

A principal novidade do projeto do Laqma é a forma de produção do fertilizante desenvolvida pelos pesquisadores, o que a torna mais eficiente que outras formas de aproveitamento deste tipo de resíduo.

 

A técnica utiliza um processo de moagem mecanoquímico de casca de ovo, em que os materiais reagem para formar novos produtos por meio da energia térmica e de fricção da própria moagem.

 

O fertilizante de cascas de ovos é menos solúvel, por isso continua agregado ao solo e disponível para plantas. Ocorrem menos desperdício e riscos ecológicos.

 

A nova técnica deve ganhar aplicação comercial em breve, os pesquisadores fizeram dois pedidos de patentes relacionadas ao projeto.

Compartilhar:

Leia Também