Pesquisador desenvolve na UFPR um fertilizante de liberação lenta

quinta-feira, 26 de maio de 2022

Para evitar desperdício e preservar o meio ambiente, um novo fertilizante ecológico foi desenvolvido na Universidade Federal do Paraná.

 

Durante o doutorado, o pesquisador da Embrapa, Roger Borges, criou uma nova técnica usando cascas de ovos com base em outro trabalho sobre reaproveitamento de rejeito de cimento e telhas de amianto.

 

A pesquisa resultou em um produto de liberação lenta que pode reduzir os custos de fertilização. Esse sistema tende a não contaminar, ou contaminar menos. Esses fertilizantes são disponibilizados para as raízes da planta lentamente, e como consequência pode gerar redução no custo.

 

Ainda falta uma análise técnica e econômica para definir preço e comparar com outros produtos disponíveis no mercado. Um próximo passo da pesquisa é ampliar os estudos em campo.

Compartilhar:

Leia Também