Universidades públicas lideram ranking brasileiro de patentes

sexta-feira, 30 de julho de 2021

O ranking brasileiro de patentes é liderado por universidades públicas. Entre 2014 e 2019, dos 25 maiores depositantes de produtos ou serviços, 19 são instituições de educação superior públicas.

 

Os dados são do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), responsável por esses registros. Entre os destaques estão as Universidades Federais da Paraíba, de Minas Gerais, de Campina Grande e a Universidade de São Paulo.

 

A patente garante exclusividade a algum produto ou serviço por um determinado tempo a uma empresa, instituição de ensino ou pessoa física. Os critérios para ter esse direito são a inovação e que a invenção possa ser industrializada.

 

Além de proteger as pesquisas e produtos, é importante enxergar esses pesquisadores como empreendedores tecnológicos. Diferente do Brasil, em países como Estados Unidos, China, Coreia do Sul, e Dinamarca, os líderes do ranking de patentes são as empresas privadas.

Compartilhar:

Leia Também