USP desenvolve primeiro prédio brasileiro climatizado

quarta-feira, 18 de agosto de 2021

A Universidade de São Paulo vai erguer o primeiro edifício climatizado com energia geotérmica, já utilizada em outros países. A ideia também é montar uma pesquisa para mostrar a viabilidade desse sistema no Brasil.

 

A tecnologia utilizada funcionará a partir da geotermia superficial. A proposta é usar a energia para trocar o calor da superfície com o solo para climatizar ambientes.

 

Para entender melhor: a temperatura do solo, até uns 400 metros de profundidade, é constante ao longo do ano. O que significa que a temperatura do solo vai ser inferior à temperatura ambiente no verão e superior a ela no inverno.

 

 

Sobre o projeto, a própria estrutura e fundação do prédio enterrada no terreno será aproveitada no sistema, por onde circulará o fluído para trocar calor com o solo. A pesquisa da USP vai monitorar e buscar formas de adaptação do sistema para nossa situação subtropical.

Compartilhar:

Leia Também