Em 2021, USP tem mais de 50% de alunos ingressantes vindos de escolas públicas

quarta-feira, 09 de junho de 2021

Em 2021, a USP registrou o índice de 51,7% de alunos matriculados oriundos de escolas públicas em seus cursos de graduação e, dentre eles, 44,1% autodeclarados pretos, pardos e indígenas.

 

Trata-se do maior porcentual atingido pela Universidade de São Paulo desde o início da reserva de vagas destinadas a esses estudantes, aprovada pelo Conselho Universitário em 2017.

 

Este é o quarto ano em que a USP adota a reserva de vagas. A reserva vem sendo feita de forma escalonada, tendo início em 2018 com 37% das vagas em Unidade de Ensino e Pesquisa. Depois foi aumentando por cursos e vagas, até atingir 50%.

 

Em relação às informações socioeconômicas dos novos estudantes da USP, em 2021, houve uma mudança no que se refere às rendas das famílias. Neste ano, além da maioria de calouros com renda familiar bruta entre um e cinco salários mínimos, os de renda familiar é de até um salário mínimo também cresceu, passando de 2,9% em 2020 para 4,6% em 2021.

Compartilhar:

Leia Também