USP tem projeto reconhecido pela Nasa em desafio mundial de tecnologia alimentar

quinta-feira, 11 de novembro de 2021

No fim de outubro, a Nasa e a Agência Espacial Canadense anunciaram os vencedores da primeira etapa do chamado Desafio Alimentar do Espaço Profundo, em tradução livre.

 

Entre os destaques internacionais da competição, cujos vitoriosos foram todos dos EUA, está uma equipe brasileira formada por pesquisadores da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da Universidade de São Paulo, unidade situada em Piracicaba.

 

Liderado pelo professor Paulo Hercílio, do Laboratório de Plantas Ornamentais para Cultura de Tecidos, o projeto foi elaborado por uma equipe formada por alunos de graduação e pós-graduação da USP. O trabalho é focado em biotecnologia vegetal.

 

O sistema de produção proposto pela equipe brasileira deve ser adequado a um espaço com volume limitado, temperatura e umidade pré-estabelecidas, ter consumo mínimo de água e de energia elétrica.

Compartilhar:

Leia Também