USP testa canabidiol com sucesso contra Síndrome de Burnout

segunda-feira, 23 de agosto de 2021

A USP de Ribeirão Preto testou o canabidiol, composto derivado da maconha, com sucesso contra a Síndrome de Burnout, um distúrbio emocional provocado por situações de trabalho desgastante.

 

O estudo foi realizado em um grupo de médicos e profissionais de saúde que trabalham na linha de frente da covid, exatamente pela situação levar  ao esgotamento físico e mental extremo.

 

Foram 120 voluntários e todos passaram pelo tratamento padrão contra Burnout, que inclui apoio de psiquiatras e exercícios de baixo impacto. A boa notícia é que o experimento reduziu sintomas de fadiga emocional em 25% dos voluntários, depressão em 50% e ansiedade em 60%.

 

O canabidiol, também conhecido pela sigla CBD, é extraído da planta da maconha na forma de um óleo, não tem efeito psicoativo forte e não provoca alucinações. No estudo sobre burnout, os pesquisadores afirmam que será preciso atestar com mais precisão o benefício do medicamento, assim como efeitos colaterais.

Compartilhar:

Leia Também