Vacina de hepatite C pode estar disponível em 5 anos

quinta-feira, 22 de julho de 2021

O Prêmio Nobel de Medicina 2020, Michael Houghton, defendeu o desenvolvimento de uma vacina contra hepatite durante apresentação online no Congresso Europeu de Microbiologia Clínica e Doenças Infecciosas.

 

O cientista trabalha em uma vacina contra a hepatite C, variante da doença descoberta por ele e outros pesquisadores em 1989.

 

Os testes de fase 1 do imunizante contra a hepatite C devem começar em 2022. Em seguida, a fase 2 ocorrerá entre 2023 e 2026 e contará com voluntários do grupo de risco da doença transmitida por via sanguínea.

 

Com este prazo de estudos, em cinco anos a vacina deverá estar disponível para toda a população. O imunizante deverá induzir a produção de anticorpos para diferentes partes do vírus HCV que são capazes de gerar uma resposta imune.

A hepatite C é uma doença que atinge 70 milhões de pessoas no mundo todo.

Compartilhar:

Leia Também