Vacina e tratamento da Unifesp eliminam HIV de paciente há 17 meses

terça-feira, 07 de julho de 2020

Um tratamento experimental desenvolvido por pesquisadores da Unifesp está conseguindo eliminar o vírus HIV de um paciente há 17 meses.

O homem, que preferiu não ser identificado, descobriu que estava com HIV há 8 anos. Mesmo sem tomar o coquetel de remédios há um ano e meio ele permanece sem os sinais do vírus no corpo.
Por cautela, os cientistas brasileiros evitam falar em cura da doença, mas ficaram animados com a descoberta. Os exames mostram que os anticorpos para detectar se o paciente está ou não infectado pelo HIV estão diminuindo progressivamente.

Para diminuir a replicação do HIV, os cientistas brasileiros criaram uma vacina produzida com o DNA do próprio paciente. É uma vacina que consegue ensinar o organismo do paciente a encontrar as células infectadas e destruir uma a uma, eliminando completamente o vírus HIV.
Em outras palavras, ela faz o sistema imunológico a reagir e eliminar as células infectadas, nas quais o fármaco não é capaz de chegar.

Compartilhar:

Leia Também