Com foco em zero emissão, venda de motos elétricas aumenta 9 vezes

quinta-feira, 23 de junho de 2022

A venda e o emplacamento de motos elétricas cresceram consideravelmente em todo o país nos últimos meses. Até maio deste ano foram emplacadas mais de 3 mil motos do tipo no Brasil, incluindo triciclos e scooters.

 

Segundo dados da Federação Nacional Distribuição Veículos Automotores (Fenabrave), este é um crescimento de cerca de nove vezes ou superior a 878% quando comparado com o mesmo período do ano passado, quando registrou apenas 313 unidades.

 

Os números refletem uma tendência do consumidor na busca de uma alternativa em meio ao aumento dos preços dos combustíveis. Mas os modelos também se apoiam no apelo ecológico diante de um cenário em que as motos convencionais respondem por 21% das emissões no trânsito em São Paulo.

 

Dependendo da distância, o veículo supre as necessidades do dia a dia e gera economia, já que basta carregar a bateria do veículo e a durabilidade é de 40 km a 50 km.

Compartilhar:

Leia Também