Significados dos Números da Casa

Casa Número 1


Este número está relacionado à liderança e à autoridade, características eventualmente difíceis e embaraçosas para a convivência entre pessoas sob o mesmo teto. Se na casa já existem indivíduos com essas particularidades, a tendência é realçá-las ainda mais.



Casa Número 2


Número estritamente ligado à família. Estimula a diplomacia e a justiça, equilibrando as forças masculinas (ligadas à ação) e as femininas (as da recepção). Com ele, as brigas promovidas pela competição tendem a desaparecer.



Casa Número 3


Acredita-se que este seja o melhor número para a casa. Ele é o da comunicação, da alegria e do bom humor, ingredientes fundamentais para uma convivência saudável. Torna a casa também mais receptiva para festas e reuniões entre amigos.



Casa Número 4


Ligado à disciplina e à organização, o 4 costuma ser o número dos perfeccionistas. Por isso, tende a criar um clima pesado para a casa, onde pode imperar a rigidez e a falta de flexibilidade em aceitar as falhas humanas.



Casa Número 5


Eis o número ideal para aqueles que gostam de morar sozinhos. Ele está ligado às pessoas livres e independentes. Entretanto, para os que vivem só e se sentem infelizes com isso, 3 é o melhor resultado.



Casa Número 6


Para os amorosos, muito voltados para a família, esta é uma boa soma. Diz-se que é o número da casa das mães, onde todos se reúnem e as relações afetivas fluem livremente.



Casa Número 7


Indicado para aqueles que buscam interiorização. Estimula o isolamento e o auto conhecimento. É desfavorável para pessoas que se sentem solitárias, pois afasta visitantes.



Casa Número 8


Adapta-se melhor a endereços comerciais, uma vez que é um número voltado para coisas materiais. Para quem trabalha em casa, uma boa solução é criar uma entrada independente para o escritório, colocando aí a soma 8. Entretanto, as energias somente fluirão se as entradas forem respeitadas.



Casa Número 9


Identificado com forças espirituais, este numero lida com energias sutis, mais voltadas para o etéreo e para a coletividade. Não é bom para residências, mas funciona muito em organizações que servem a muita gente, como sindicatos, escolas, agremiações ou clubes.



Fonte: Wikipedia