Os benefícios do pilates para saúde

segunda-feira, 17 de janeiro de 2022

Pilates é um exercício corporal comumente trabalhado individualmente com foco na respiração e nos músculos. Alguns profissionais da área da saúde acreditam que o pilates funciona como uma forma de terapia. A atividade conta com uma grande possibilidade de utilização de equipamentos e mais de 600 variações de exercícios especializados.

 

O pilates pode ser uma boa opção para as pessoas que estão tentando iniciar uma vida ativa de exercícios físicos. Com ações mais leves, ele ajuda no fortalecimento da musculatura, na flexibilidade do corpo, na postura e equilíbrio. As articulações também são áreas que recebem atenção em uma rotina de pilates.

 

Essa atividade física surgiu com o alemão Joseph Pilates. O boxeador profissional estava em constante busca pelo equilíbrio perfeito da mente e do corpo, porém se encontrava cada vez mais sedentário devido a sua vida no trabalho. Apesar do falecimento aos 80 anos, em 1967, Pilates dedicou sua vida no aprimoramento do sistema de exercícios que criou.

 

No pilates, os exercícios realizados utilizam o peso do corpo com um ponto essencial em sua execução. As aulas de pilates precisam ser supervisionadas por um profissional da área, e podem ser realizadas de maneira individual ou até mesmo em pequenos grupos de pessoas.

 

Quais os benefícios?

 

Foca no corpo como um todo

Os exercícios de pilates trabalham o corpo como um todo. Eles focam na parte inferior, superior e na força corporal, assim como na flexibilidade e na postura. Alguns atletas acreditam que o pilates é a base de qualquer um de seus movimentos. Além disso, ele é bastante praticado como forma de reabilitação, seja física ou psicológica.

 

Formação de músculos fortes

A prática rotineira do pilates auxilia na formação de músculos fortes e longos. Isso acontece devido a um tipo de contração muscular chamado contração excêntrica, que acontece quando o músculo se alonga sob tensão. Uma pesquisa realizada em 2015, descobriu que um grupo de mulheres na pós-menopausa conseguiu fortalecer efetivamente a parte superior do corpo com o treino de pilates.

 

Nas atividades realizadas no pilates, é preciso que o corpo constantemente resista à gravidade e que ele se mova de maneira controlada.

 

Ajuda na flexibilidade
É preciso ter em mente que o pilates tem como objetivo uma melhora na articulação dos músculos e do movimento das juntas. Um corpo com maior flexibilidade e alcance é essencial para uma qualidade de vida superior e mais proveitosa.

 

Auxilia no aumento de energia
Quando um indivíduo pratica exercícios de pilates ele mantém a respiração e o sangue circulando pelo corpo. Além disso, ele também estimula a espinha e os músculos e gera bem estar corporal. Isso faz com que a pessoa passe a ter mais energia em sua rotina diária.

 

Faz ligação entre o corpo e a mente
Ao criar o exercício, Joseph Pilates, tinha uma meta principal. Ele desejava encontrar uma forma de se exercitar e manter um melhor equilíbrio entre seu corpo e mente. Por isso, o pilates tem seis chaves principais que são: centralização, concentração, controle, precisão, respiração, e fluxo.

 

Quando os exercícios são realizados com uma total atenção ao corpo e a mente, eles se unem como uma dupla.

 

Diminui dor na coluna
É possível atingir profundamente os músculos abdominais e o assoalho pélvico. Desta maneira contraindo e relaxando essas áreas, que são essenciais para o suporte de órgãos e a proteção e estabilização de coluna. Assim, ao praticar esses exercícios se pode diminuir as dores na região.

 

Diminui o estresse
O foco nos exercícios e o uso da respiração constante na prática de pilates ajuda a regular o sistema nervoso. Segundo um estudo realizado em 2019, um treino de oito semanas de pilates foi capaz de diminuir o cortisol e ajudar no controle do nível de estresse de 22 mulheres sedentárias.

 

Ajuda a lidar com dores menstruais
Uma outra pesquisa, feita em 2019, mostrou que mulheres diagnosticadas com dismenorreia – condição que causa fortes dores menstruais – conseguiram ter alívio significativo em seu quadro depois de treinarem pilates.

 

Por Ana Beatriz Rocha

Compartilhar:

Leia Também