Como equilibrar a sua assinatura

quinta-feira, 23 de janeiro de 2020

Nos últimos anos a numerologia se popularizou, mas mesmo assim existem dúvidas muito comuns na hora de avaliar uma nova assinatura.

 

Muitas pessoas acham, por falta de conhecimento, que a melhor assinatura é a que soma 8; afinal esse não é o número do poder, do dinheiro, dos bens materiais? Um tremendo engano!!!

 

Podemos ver um belo sapato na vitrine de uma loja, mas se ele não for o nosso número poderá nos causar grande incômodo e desconforto.

 

Assim também ocorre com a nossa assinatura, que precisa ter o NOSSO NÚMERO.

 

E o que é o NOSSO NÚMERO? O que combina com o nosso acordo de nascimento. Para uns o melhor pode ser o 5, para outros o 11 e ainda para outros o 8.

 

Como deve ser uma boa assinatura?

Uma assinatura bem elaborada deve inicialmente estar em equilíbrio com o nosso dia de nascimento. Esse é o nosso número do ACORDO que pertence a 3 grupos: Artístico, Científico e Negócios. Ao nascer escolhemos a qual grupo teríamos que pertencer e se o nosso nome não estiver em sintonia será muito mais difícil alcançar os nossos objetivos. Por esse motivo é muito importante a escolha de uma boa assinatura, não só no que se refere aos números, mas também na forma de assinar de acordo com a grafologia.

Dicas: Evite a presença de números cármicos que afetam negativamente a nossa prosperidade.

Verifique a possibilidade de acrescentar no nome letras faltantes. As mais fáceis e possíveis são as letras H e Y.

Cuidado ao dobrar letras, nem sempre essas duplicidades são benéficas. Preste atenção também à grafia da assinatura. Não necessariamente ela precisa ser por extenso, mas nítida, sempre com traços para cima e para frente, nunca devemos enrolar nem riscar o nome e nunca terminar para baixo.

Posso dizer que a assinatura ideal deve ser analisada e composta a partir do nome completo de batismo e data de nascimento fazendo com que a soma das letras coincida com o acordo de nascimento.

 

Quando a mulher passa a adotar o sobrenome do marido este passa a ter uma nova energia, portanto uma nova influência.

 

Existem casos em que essa influência é positiva e outros em que ao mudar a assinatura, ou seja, adotar um sobrenome cujas letras não trazem harmonia a vida pode sofrer grandes mudanças travando a harmonia e a prosperidade.

 

Portanto, sugiro que ninguém mude nem altere a assinatura sem o prévio conhecimento ou aconselhamento de um profissional que entenda do assunto.

 

Se queremos colher bons frutos, sejam eles físicos, emocionais ou espirituais, devemos seguir a orientação que indique a necessidade ou não da mudança da assinatura conforme os nosso objetivos.

 

Depois de definida a nova assinatura é importante treiná-la por um período de 21 dias. Só após esse período é que devemos trocá-la no banco, cartório e cartões de visita. Não é necessário alterar os documentos de identidade.

 

É importante salientar que mudar a assinatura não é uma simpatia e que ninguém PRECISA acreditar para que funcione. Basta que treine e entre nessa energia até que ela seja grafada tão naturalmente quanto a que habitualmente usamos.

 

Equilibrar a assinatura significa obter mais sucesso em todos os níveis. A assinatura é a nossa energia pessoal e por esse motivo deve ser o mais harmônica possível como uma música suave dentro do tom, harmonia e que seja agradável aos ouvidos do universo.

 

Anah Maria Liborio

Numeróloga – Consultora metafísica

Compartilhar: