Dia das mães: A conexão com os filhos

sexta-feira, 06 de maio de 2022

A mãe exerce um papel fundamental em nossa história. Mesmo com as desavenças, o fato é que o papel da mãe é de extrema importância para o fluir da vida em todas as instâncias.

 

“Toda relação começa com a mãe”. Essa frase dá o tom da importância da mãe na vida de cada ser. A constelação familiar vê a mãe (e o pai) como pessoas, não como os pais ideais. Também não tem nada a ver com o que puderam dar ou sobre o que retiraram de seus filhos.

 

Alimentar o conceito de “mãe ideal” pode prejudicar o processo de vida como um todo.

 

As mães representam força e coragem para gerar e nutrir uma nova vida. O elo estabelecido entre mãe e filho é muito forte, ainda que ela se ausente por qualquer motivo. Mas, esse relacionamento pode ser um tema desconfortável para muitas pessoas.

 

É importante tem em mente que a mãe é uma mulher que tem a sua própria vida, com suas próprias questões, com defeitos e qualidades.

 

A mulher que passa a ser mãe, mesmo no período da gestação, se dedica a gerar outra vida. Ser mãe reques dedicação, coragem e afeto.

 

O primeiro sentimento

 

A constelação defende que mesmo ainda no ventre da mulher, já existe amor entre mãe e filho. A medida em que vamos crescendo esse amor aumenta entre ambas as partes.

 

A primeira experiência de vida do bebê, após nascer, acontece com a sua mãe. Nesse momento, é gerado uma grande sensação de segurança. Durante a vida, a relação com ela define muita coisa sobre nós mesmos.

 

A constelação

 

O sistema familiar tem suas próprias regras e devem ser respeitadas. Uma dessas leis é a lei da hierarquia, onde se reconhece que a mãe deve ser respeitada por estar em um nível maior que o filho. Já que em um sistema familiar todos os membros são conectados, desrespeitar a lei da hierarquia afeta a todos os envolvidos.

 

Aceitação da mãe real

 

É preciso reconhecer o que a mãe faz pelo filho, sem julgamentos. Menos ainda buscar nela uma idealização da mãe ideal que você mesmo criou, pense e aceite a sua mãe do jeito que ela é. Ela não é perfeita e tem problemas, assim como qualquer outro ser humano.

 

O amor é uma energia que conecta a todos os membros, e conexão entre mãe e filho é a mais forte possível entre dois seres humanos. Por isso, deve ser honrada.

 

Por Bruna Santos

Compartilhar:

Leia Também