Entenda porque situações negativas se repetem na sua vida

sexta-feira, 01 de abril de 2022

As nossas crenças fazem parte na nossa personalidade, mesmo que não seja perceptível. Aquilo que acreditamos sobre pessoas, relacionamentos, trabalho e até sobre nós mesmos, pode determinar o rumo da nossa vida. Ou seja, as nossas vivências mais marcantes são tidas e criadas a partir de experiências e situações vividas, sejam elas positivas ou negativas.

 

Os eventos mais marcantes de nossas vidas costumam ocorrer até os 7 anos de idade, e é em torno desta idade que ocorre uma grande transformação no sentido de valor pessoal.

 

Em uma infância saudável, somos o centro da atenção daqueles que nos rodeiam, durante os nossos primeiros anos de vida, o que nos faz nos sentirmos importantes, valiosos e merecedores do que o mundo tem de melhor para nos oferecer.

 

Conforme crescemos, a forma como o nosso meio se relaciona com a gente muda, ou seja, as expectativas são outras, a atenção que recebemos vai diminuindo de acordo com a nossa idade, o mundo deixa de girar ao nosso redor e precisamos rever adaptar a percepção do nosso valor pessoal a nossa nova realidade.

 

Mas em sempre essa adaptação é bem-sucedida. Algumas pessoas, ao não serem mais o centro das atenções daqueles que amam, entendem que não têm valor e que não são mais merecedores de carinho, afeto ou atenção. Para não sofrer, deixam de esperar mais e aceitam não serem bons o suficiente, o que tem relação direta com os resultados que vão obter nos projetos pessoais durante a vida.

 

É nesse ponto que se inicia um padrão que coloca o poder do seu bem-estar nas mãos dos outros, te impedindo de lutar por objetivos audaciosos, que façam você feliz. Separamos algumas dicas para te ajudar a mudar esse comportamento.

 

Instale a dúvida
Não tenha medo de fazer perguntas. Questione as suas próprias verdades. Abra caminho para duvidar.

 

Encare toda situação como uma escolha
Nós adotamos inconscientemente crenças que nos trouxeram ao lugar onde estamos, seja bom ou ruim; ainda sim, é consequência das suas escolhas. No momento em que estiver preparado você fará uma escolha diferente que o levará a outro lugar. Você tem o poder. A história é sua. Não esqueça disso.

 

Se concentre nos resultados
Mudar um comportamento que vivemos a tanto tempo não é uma tarefa fácil. Por isso, a ferramente mais poderosa para te ajudar que você deve ter em mãos é o próprio desejo por uma vida e um futuro diferentes. Determine objetivos claros e resultados concretos.

 

Não se julgue
A autoanálise é um processo necessário e de descobertas, mas pode ser uma fase difícil, provavelmente você encontrará muita coisa da qual não se orgulhará. Não se deixe levar por sentimentos negativos. É fundamental poder olhar para a sua própria história com o mesmo carinho que você olharia para a história do seu melhor amigo, sem preconceitos ou julgamentos.

 

Nada do que você fez é certo ou errado, são apenas escolhas que foram feitas de acordo com aquilo que você sabia no momento e com a melhor das intenções. Julgar o seu passado não alterará o seu futuro. O que importa é daqui para frente.

 

Fonte: Personare

Compartilhar:

Leia Também