O maior evento astrológico de 2020!

sábado, 19 de dezembro de 2020

Um fenômeno que não acontece há 800 anos irá se repetir nesta segunda-feira, dia 21 de dezembro de 2020 – Júpiter e Saturno se alinharão no céu e chegarão o mais próximo já visto um do outro. A formação criará um ponto de luz radiante que é conhecido como “estrela de Belém” ou “estrela do Natal”.

 

Ao longo da história, a conjunção Júpiter-Saturno foi observada de perto pelos astrólogos e sempre é vinculada à ascensão e queda de realezas, líderes e grandes pessoas. Alguns acreditam que a “Estrela de Belém” da Bíblia foi a grande conjunção do ano 7 a.C.

 

As próximas conjunções entre esses planetas irão ocorrer em 31 de outubro de 2040, 15 de março de 2080 e 18 de setembro de 2100, todas em signos do elemento Ar.

 

Quando Júpiter e Saturno estão em conjunção, as previsões astrológicas apontam enormes mudanças no poder e na fortuna. Isso acontece porque Júpiter é expansivo em sua influência e Saturno, contraído.

 

Essa conjunção sugere um estado de intensificação, concentração. Ou seja, um grande potencial para mudanças explosivas!

 

Como ver o evento?

Os planetas estarão mais próximos no dia 21 de dezembro, mas a “Estrela do Natal” será visível de qualquer lugar da Terra por cerca de uma hora após o pôr do sol no hemisfério norte durante toda a quarta semana de dezembro.

 

Se você estiver observando com um telescópio, também poderá ver as maiores luas de Júpiter e Saturno orbitando-os naquela semana. A próxima chance só será em 15 de março de 2080, portanto não deixe de dar uma espiada na janela e mostrar a raridade para os pequenos!

 

Fonte: Astrocentro e UOL

Compartilhar:

Leia Também